Dia de Finados – Por Cônego Benedito Vieira Telles

01 de Novembro de 2019

"Dia de Finados – Por Cônego Benedito Vieira Telles"

Dia de Finados – Por Cônego Benedito Vieira Telles


Dois de novembro, que dos meus saudade,

A data nos traz tão, dolentemente,

Suas lembranças são, eternamente,

E tenham muita paz, felicidade!


Estão no calendário do bom Deus,

Nesta hora já marcada aos escolhidos,

Que anteriores ao tempo, os atingidos,

deixam, na terra tudo para os seus.


No túmulo gelado, à sombra da árvore,

Canta a passarada sobre a quem jaz:

- Todos os meus já descansam em paz!  


A morte é gládio mais fatal da vida,

O terminar de sonhos, colimar,

Preparar-se este dia há o esperar.


Insensato o homem que só pensa à lida,

Fortunas, poderes lhe sufocar...

Só as boas-obras há de levar.


Maringá, 02 de novembro de 2019.