Dom Anuar é nomeado administrador provisório do Albergue Santa Luíza de Marillac


Data da Postagem: 07 de Dezembro de 2016

Atendendo a pedido do Ministério Público, a justiça determinou o afastamento do presidente do Albergue Santa Luíza de Marillac, Osvaldo Zanollo, e nomeou o arcebispo de Maringá, dom Anuar Battisti, como administrador provisório.

A medida cautelar é fruto de investigações do Ministério Público que apontam possíveis irregularidades na administração do albergue.

Em 2012, as irmãs da congregação Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, que durante cinco décadas trabalharam no acolhimento dos pobres no albergue, decidiram deixar o local por não concordarem com o modelo de gestão do então presidente.

De lá pra cá, várias denúncias de irregularidades foram encaminhadas ao Ministério Público.

Com a decisão da justiça, dom Anuar já assumiu a administração de forma provisória. O arcebispo de Maringá deverá dar procuração aos freis da Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus para que gerenciem o local.

A congregação tem especialidade em administrar obras sociais pelo Brasil, como, por exemplo, o Hospital São Francisco na Providência de Deus, no Rio de Janeiro.

Mesmo com a determinação da justiça, o atendimento no albergue continua normalmente. Entretanto, o serviço de telemarketing foi suspenso temporariamente para que se apurem todas as denúncias de irregularidades.

Ainda esta semana a Arquidiocese de Maringá deverá abrir uma conta específica, em nome da Arquidiocese, para receber doações para a manutenção do albergue.

“Parabenizo o trabalho dos promotores. Nós agradecemos imensamente ao Ministério Público por intervir nesta situação. Estamos assumindo o Albergue para atender os que mais necessitam e oferecer dignidade aos pobres”, destacou dom Anuar.

No próximo domingo (11), às 8h, será celebrada uma missa para reabrir a capela do albergue, já que a administração destituída transformou a capela em almoxarifado.