Em Maringá, Fundo de Solidariedade financia livro de conscientização ambiental


Data da Postagem: 04 de Outubro de 2017

Com recursos dos Fundos Arquidiocesano (FAS) e Nacional de Solidariedade (FNS), a paróquia São Mateus Apóstolo de Maringá, em parceria com o Grupo GEAC (Grupo de Estudos e Ações Comunitárias) lançou na noite de terça-feira (03) o livro “Geaquinho e os Fundos de Vales”.

O evento, realizado no teatro Calil Haddad, contou com a participação de diversas autoridades civis e centenas de lideranças da comunidade paroquial. O livro é fruto das iniciativas promovidas pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), pastorais e movimentos da paróquia, por ocasião da Campanha da Fraternidade de 2016 cujo tema trabalhado foi “Casa comum, nossa responsabilidade”.

Os livros serão distribuídos nas escolas municipais e deve beneficiar milhares de crianças, com um material educativo de alta qualidade. O conteúdo principal do livro aborda o respeito ao meio ambiente.

Veja reportagem da TV Evangelizar 

Além do livro, o grupo promoveu outras ações práticas. No total foram realizados quatro mutirões de limpeza em fundos de vale próximos à paróquia. Cerca de vinte caminhões de entulhos foram retirados das matas e córregos. O livro foi montado com diversas fotos retiradas nas coletas, que foram transformadas em desenhos, fazendo menção aos cuidados que a população deve ter com o meio ambiente.


“É com grande alegria que podemos receber toda nossa comunidade e autoridades presentes para prestigiar o lançamento de mais esta etapa de nosso projeto. Toda esta mobilização mostra que como sujeitos ativos, temos totais condições de fazer a diferença e mobilizados alcançarmos excelentes resultados”, afirma o coordenador do GEAC, Claudinei Souza dos Anjos.

“A comunidade toda está de parabéns. Sabemos como é difícil o envolvimento e comprometimento das pessoas em projetos como este, mas vocês, unidos, provaram que podem fazer a diferença. Este é um projeto modelo, de sucesso, e que sem dúvida alguma motiva o poder público a trabalhar cada vez mais para atender as demandas existentes nesta área”, destacou o prefeito de Maringá, Ulisses Maia.

“Depois de realizarmos nosso papel, agora resta-nos seguir zelando pelo meio ambiente e cobrar também que o poder público possa nos ajudar, cedendo condições necessárias para o descarte de materiais, que muitas vezes acabam sem destino correto”, afirma o padre Genivaldo Ubinge, pároco da paróquia São Mateus.

O evento de lançamento do livro teve duas apresentações teatrais. A primeira, do grupo Cia de teatro de Paranavaí “É Nóis”; e a segunda coordenada pelo paroquiano Gabriel Valarini Inhesta e sua equipe, que fez menção à história do livro e foi toda idealizada pelos jovens da paróquia.


Image title