Natal da Misericórdia


Data da Postagem: 25 de Fevereiro de 2016

Este natal é único, pois está inserido dentro do Ano da Misericórdia, que traz como tema o “Rosto Misericordioso do Pai”. Por isso, contemplar o presépio é contemplar o rosto de Deus em Jesus, o Príncipe da paz, a alegria da vida nova, a certeza de que todos somos redimidos de todas as nossas culpas.

O papa Francisco diz que na proximidade do Natal não podemos deixar-nos tomar pelo cansaço. “Não nos é permitida nenhuma forma de tristeza, embora tenhamos motivos para isso devido a muitas preocupações e por causa das múltiplas formas de violência que ferem esta nossa humanidade. A vinda do Senhor, porém, deve encher o nosso coração de alegria”.

Nosso caminho é abrir os nossos corações à confiança: “Deus protege o seu povo: Neste contexto histórico de grandes arbitrariedades e violências, cometidas, sobretudo, por homens de poder, Deus anuncia que Ele mesmo reinará sobre seu povo, que não mais o deixará à mercê da arrogância de seus governantes, e que o libertará de toda angústia. Hoje nos é pedido que ‘não deixemos desfalecer vossas mãos’, por causa da dúvida, da impaciência ou do sofrimento”.

O papa Francisco também diz que “devemos alegrar-nos sempre, e com a nossa afabilidade dar a todos testemunho da proximidade e do cuidado que Deus tem por cada pessoa”. Também faz um chamado para a necessidade de conversão, de mudar de direção, de rumo e de seguir pelo caminho da justiça, da solidariedade, da sobriedade que é para todos nós. “Convertam-se! Uma dimensão particular da conversão é a alegria, pois ‘quem se converte e se aproxima do Senhor, é alegre’”.

“Hoje é necessário coragem para falar de alegria, é necessário sobretudo fé! O mundo é afligido por tantos problemas, o futuro marcado por incógnitas e temores. E ainda que o cristão seja uma pessoa alegre, e a sua alegria não é algo superficial e efêmero, mas profunda e estável, porque é um dom do Senhor que preenche a vida. E a nossa alegria vem da certeza de que o Senhor está próximo de cada um de nós”. “Eu estarei convosco todos os dias até o fim dos tempos” (Mt 25,31).

Vamos pedir à Mãe de Jesus que nos ajude a fortalecer a nossa fé, para que saibamos acolher o Deus da alegria neste natal, que sempre quer habitar em meio aos seus filhos e nos ensine a partilhar as lágrimas com quem chora, para poder dividir também os sorrisos. Que Ela nos acompanhe neste Ano Santo da Misericórdia, a fim de vivermos reconciliados com Deus, com nossos irmãos e com nós mesmos. Feliz Natal na alegria de Jesus misericordioso no meio de nós!

Dom Anuar Battisti